top of page

A Influência de Rei Salomão no Ensino do R.E.A.A.

Updated: Nov 28, 2023



Introdução:


Rei Salomão, uma figura bíblica icônica celebrada por sua sabedoria, liderança e caráter moral, impactou significativamente várias áreas culturais e tradicionais. Entre elas, o Rito Escocês Antigo e Aceito (REAA), um destacado ramo da Maçonaria, apresenta de maneira proeminente a influência de Rei Salomão em seus ensinamentos e simbolismo. Este artigo explora a importância e influência profundas de Rei Salomão no Rito Escocês Maçônico.


Rei Salomão no R.E.A.A.: Um Símbolo de Sabedoria e Virtude


Rei Salomão ocupa um lugar especial no R.E.A.A., atuando como um símbolo de sabedoria, liderança virtuosa e integridade inabalável. Sua vida e legado são instrumentais na transmissão de princípios morais e éticos aos Maçons. Os seguintes aspectos ilustram a profundidade de sua importância simbólica:

  1. Templo de Salomão: Central para os ensinamentos do R.E.A.A. está a construção do Templo de Salomão, frequentemente referido como o "Templo de Salomão". Essa maravilha arquitetônica serve como uma poderosa alegoria para a jornada maçônica, com cada elemento do templo incorporando lições de desenvolvimento espiritual e pessoal para os iniciados.

  2. Simbolismo Arquitetônico: O R.E.A.A. incorpora meticulosamente vários elementos arquitetônicos do Templo de Salomão em seu simbolismo. Notáveis entre esses elementos estão as colunas gêmeas, Jachin e Boaz, o layout do templo e seu design. Esses elementos arquitetônicos personificam valores morais e espirituais que os Maçons são incentivados a abraçar e defender.


Liderança Moral e Sabedoria: Lições de Rei Salomão


O legado duradouro de Rei Salomão no R.E.A.A. se estende muito além de suas proezas arquitetônicas, adentrando o campo da liderança moral e sabedoria. Dentro do R.E.A.A., a história de vida de Rei Salomão serve como uma rica fonte de lições valiosas:

  1. Liderança Moral: A reputação exemplar de Rei Salomão por sua sabedoria, imparcialidade e administração justa da justiça é fundamental para os ensinamentos do R.E.A.A.. Sua vida serve como um exemplo duradouro da importância da liderança ética e da busca incansável da sabedoria e da virtude.

  2. Rituais e Graus: O R.E.A.A. inclui uma série de rituais e graus, muitos dos quais buscam inspiração na vida de Rei Salomão. Esses rituais transmitem lições morais e filosóficas baseadas nas experiências e decisões de Salomão. Eles fornecem orientação essencial para os Maçons em suas jornadas pessoais de autodesenvolvimento.

  3. Títulos Salomônicos: Títulos e designações usados no R.E.A.A. carregam a influência inconfundível de Rei Salomão. Patentes maçônicas como "Salomão do 14º Grau" e "Cavaleiro do Leste e Oeste" são emblemáticas de seu papel profundo na tradição maçônica, reforçando ainda mais sua importância.


Regalia e Símbolos Maçônicos: Incorporando a Importância Salomônica


A regalia maçônica dentro do R.E.A.A. é rica em símbolos profundamente associados a Rei Salomão e seu majestoso Templo. Emblemas como o compasso e o esquadro, aventais e uma miríade de outros símbolos são adornados com significado salomônico. Esses símbolos não apenas conectam os Maçons ao rei bíblico, mas também servem como lembretes constantes de seu compromisso com os valores fundamentais defendidos por Salomão.


O Rei Salomão e o Livro de Provérbios


O Livro de Provérbios na Bíblia é tradicionalmente atribuído ao Rei Salomão e oferece valiosas percepções sobre sua reputação como um homem dotado de sabedoria extraordinária. Eis como o Livro de Provérbios destaca sua sabedoria:


Autoria: O Livro de Provérbios começa afirmando: "Os provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel" (Provérbios 1:1). Essa atribuição associa diretamente o livro a Salomão e sua sabedoria.


Sabedoria como Tema Central: O Livro de Provérbios está repleto de ensinamentos e ditos que enfatizam a importância da sabedoria. Ele exalta as virtudes da sabedoria e do entendimento, qualidades tradicionalmente associadas a Salomão.


Percepções Profundas: Em Provérbios, os leitores encontram inúmeras máximas curtas e incisivas que oferecem orientações sobre diversos aspectos da vida, como moral, ética, caráter e tomada de decisões. Esses provérbios refletem as profundas percepções de Salomão sobre a natureza humana e a aplicação prática da sabedoria.


Ensinos sobre Liderança: Provérbios contém conselhos sobre liderança, o que seria especialmente relevante para um rei como Salomão. Por exemplo, Provérbios 16:12 diz: "Detestar o mal é o que agrada aos reis, pois pelo direito o trono se firma". Isso reflete a compreensão de Salomão sobre a importância de governar de maneira justa e correta.


Discernimento e Compreensão: A famosa história de Salomão em que ele discerniu a verdadeira mãe da criança disputada (1 Reis 3:16-28) ecoa nos ensinamentos de Provérbios sobre discernimento e compreensão. Por exemplo, Provérbios 3:13-14 diz: "Feliz é o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento; porque o lucro que ela dá é melhor do que o lucro da prata, e a sua renda melhor do que o ouro."


Orientação Prática: Provérbios oferece orientações práticas para a vida cotidiana, relacionamentos, trabalho e tomada de decisões. Isso reflete a reputação de Salomão de fornecer conselhos sábios àqueles que buscavam sua orientação.


Humildade e o Temor ao Senhor: O Livro de Provérbios enfatiza o temor ao Senhor como o início da sabedoria (Provérbios 9:10). Isso destaca o reconhecimento de Salomão sobre a importância da humildade e da fé em Deus como base da verdadeira sabedoria.


Legado de Sabedoria: O valor duradouro do próprio Livro de Provérbios é um testemunho da sabedoria de Salomão. Os ensinamentos contidos no livro continuam sendo estudados e reverenciados por sua relevância atemporal.


Embora o Livro de Provérbios seja uma fonte essencial para compreender a sabedoria do Rei Salomão, vale ressaltar que a precisão histórica de sua autoria tem sido objeto de debate acadêmico. Alguns estudiosos acreditam que, embora Salomão possa ter contribuído para o livro, é provável que tenha tido múltiplos autores e que tenha sido compilado ao longo do tempo. No entanto, a tradição bíblica atribui a sabedoria de Provérbios ao Rei Salomão, tornando-o uma fonte importante para entender sua reputação como um líder sábio e talentoso.


Conclusão:


No Rito Escocês Maçônico, a influência duradoura de Rei Salomão ressoa profundamente. O simbolismo de seu Templo, as lições morais derivadas de sua vida e a incorporação de títulos e regalias salomônicas reforçam o compromisso inabalável do R.E.A.A. com os princípios de virtude, sabedoria e retidão. À medida que os Maçons navegam por seus caminhos individuais de desenvolvimento moral e ético, encontram em Rei Salomão um modelo exemplar e uma luz orientadora. Nos ensinamentos atemporais do R.E.A.A., o legado de Rei Salomão é um farol de sabedoria, integridade e liderança moral.



 

Caso ainda não tenha se inscrito no canal do SALMO133 no YouTube:


Muito grato Fraternal abraço


Ir. Kleber Siqueira

Coordenador do SALMO133

86 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page